Escutar o exemplo das rádios universitárias

Luís Bonixe, editor do primeiro programa do REC

0
334

O primeiro programa de rádio do Repórteres em Construção (REC) tem como tema central as rádios universitárias.

 

Há, desde logo, uma feliz coincidência com a data de emissão deste programa. Em 2019, passam 30 anos desde que as rádios locais (e também universitárias) começaram a emitir legalmente em Portugal. A lei que liberalizou o setor da rádio é de 1988, mas as primeiras licenças foram atribuídas no ano seguinte, ou seja há três décadas. As quatro rádios universitárias existentes em Portugal – Rádio Universitária do Minho, Rádio Universidade FM, Rádio Universidade de Coimbra e Rádio Universidade do Algarve – são também fruto dessa liberalização do setor da rádio ocorrida há 30 anos.

E faz todo o sentido que um projeto com as características do REC comece por falar das rádios universitárias. Como se poderá escutar, as rádios universitárias têm em Portugal uma história com mais de meio século e foram o palco para que muitos jovens de então se iniciassem no mundo da comunicação social. Alguns deles construíram carreira no jornalismo e na rádio portuguesa. O projeto REC procura criar um espaço para que os mundos académico e profissional criem sinergias e, desse modo, possam proporcionar aos estudantes de jornalismo um primeiro contacto com a profissão. Temos a esperança que, tal como as rádios universitárias complementaram a formação dos estudantes dando-lhes a oportunidade de falar ao microfone, também o projeto REC, que ganha agora visibilidade pública, possa ser lembrado no futuro pelos alunos de jornalismo que nele participam como um passo importante nas suas carreiras profissionais.

O programa que apresentamos não esgota o tema das rádios universitárias, sabemo-lo bem. Mas, mostra quatro visões que representam o que as rádios universitárias foram e são para a comunicação social portuguesa. Recordamos os sons da Rádio Universidade que chegou a desafiar o poder em tempos de ditadura. Escutamos o desalento da Rádio Universitária do Porto que não conseguiu, tal como outras, a desejada frequência para emitir legalmente. Ouvimos o entusiamo da Rádio Universidade de Coimbra, a mais antiga ainda a emitir. E, por fim, olhamos para uma nova rádio. A rádio da Internet e dos podcasts que também contagiou o mundo universitário.

Neste programa participaram Inês Batista e Zhang Qinzhe da Universidade de Coimbra, Luísa Correia e Renata Monteiro, Universidade do Porto, Luís Fernandes, Margarida Alpuim, Rita Luís e Maria Moreira Rato, da Escola Superior de Comunicação Social do Instituto Politécnico de Lisboa e Joana Gonçalves, Mariana Cruz e Cláudia Monarca Almeida, da Universidade Nova de Lisboa. O programa foi editado por Luís Bonixe, professor do Instituto Politécnico de Portalegre. A condução do programa foi de Manuela Pires. A pós produção esteve a cargo de Miguel van-der Kellen, professor da Universidade Autónoma de Lisboa e formador do Cenjor.